Proposta de reforma tem 149 votos, mostra pesquisa Atlas Político

Fonte: VALOR

O texto da reforma da Previdência enviado pelo governo à Câmara tem hoje o apoio decidido de 95 deputados federais, de acordo com dados apurados e tabulados pela empresa de consultoria Atlas Político. Outros 54 parlamentares da Casa concordam com grande parte da redação, mas têm restrições a aspectos do projeto. Com isso, é razoável estimar que, se fosse levada hoje à votação no plenário, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) defendida pelo presidente Jair Bolsonaro teria, pelo menos, 149 votos favoráveis, ressalvados os destaques (votações separadas de trechos segregados do texto principal, a pedido de bancadas partidárias).

Os dados são da primeira rodada de um monitoramento permanente da taxa de apoio à reforma da Previdência publicado em primeira mão pelo Valor. Para ser aprovada na Câmara e então seguir para o Senado, são necessários 308 votos de um universo de 513 deputados – três quintos do total. Os 149 votos mais seguros favoráveis ao texto da PEC são 48% do necessário para a aprovação.

Batizado de ‘Termômetro da Previdência’, o placar on-line da reforma passa a ser atualizado no site do Valor a partir de três frentes: entrevistas com deputados feitas presencialmente, por e-mail ou telefone; identificação de manifestações públicas individuais no noticiário ou em redes sociais; e posicionamentos feitos ao Atlas por iniciativa dos próprios parlamentares. Esse acompanhamento será realizado até o dia da votação no plenário, sem data definida.

Conforme a atualização mais recente, há 144 deputados decididamente contrários à reforma, grupo formado majoritariamente por parlamentares de oposição. Outros 220 nomes – o maior contingente – devem ser classificados como indefinidos. É a soma dos que manifestam indecisão com os que não respondem sobre o assunto.

No site do Valor, o Termômetro da Previdência ficará abrigado dentro da página especial da reforma que estreia. Além das taxas de aceitação e rejeição da proposta, o placar informa o nível de aceitação do texto por partido, por estado de origem do parlamentar e por sexo. Também é possível consultar o posicionamento individual de cada deputado.

Com 54 representantes (a maior bancada da Câmara, empatada com a do PT), o PSL é o partido que entregaria o maior número de votos favoráveis à reforma, 52 seguros mais um apoio parcial. Hoje, o único partido com bancada integralmente favorável à reforma é o Novo, legenda que tem oito deputados.

Os critérios de apuração e contabilidade de votos do Termômetro da Previdência foram desenvolvidos pelo Atlas Político. A empresa contatou por e-mail, telefone ou presencialmente todos os deputados federais em exercício.

Há casos de deputados que não responderam aos chamados do Atlas, mas se manifestaram publicamente sobre o assunto no noticiário ou em suas redes sociais. Em situações assim, o voto é contabilizado conforme a manifestação pública mais recente do parlamentar. Outra situação é de representantes que não responderam, mas pertencem a partidos que já se posicionaram sobre a reforma e que historicamente apresentam tendência de votar de forma unânime em temas dessa natureza. Em casos assim, o voto individual do deputado foi computado conforme a posição pública de sua agremiação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s