Buscas são retomadas pelo 6º dia em Brumadinho

Fonte: G1

Defesa Civil confirmou até agora 84 mortos e 276 desaparecidos. Vale diz que vai doar R$ 100 mil a famílias de vítimas da tragédia e que dinheiro estará disponível em três dias.

Refeitório da Vale segue como principal foco de buscas

As buscas às vítimas do rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, foram retomadas pouco antes das 7h desta quarta-feira (30). O 6º dia de buscas deve ser de trabalho mais intenso, já que a lama está mais seca e, agora, as equipes de resgate podem usar equipamentos mais pesados.

Mais corpos foram encontrados na região do Parque das Cachoeiras, mas o número oficial ainda não foi informado pelas autoridades.

O último balanço da Defesa Civil, divulgado na noite da terça-feira (29), confirmou 84 mortes e 276 desaparecidos. Entre os desaparecidos estão 106 funcionários da Vale e 170 terceirizados ou moradores da região de Brumadinho.

Neste 6º dia, as buscas serão feitas em todos os pontos atingidos pela lama. Os bombeiros de Minas Gerais têm o apoio de equipes de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Alagoas. Ao todo são 320 bombeiros que trabalham na região de Brumadinho.

Equipes localizaram corpos na região do Parque das Cachoeiras nesta quarta-feira (30) — Foto: Carlos Eduardo Alvim/TV Globo

Equipes localizaram corpos na região do Parque das Cachoeiras nesta quarta-feira (30) — Foto: Carlos Eduardo Alvim/TV Globo

As famílias de vítimas da tragédia vão receber R$ 100 mil da Vale, independente de eventuais indenizações. Em entrevista na manhã desta quarta-feira, Sérgio Leite, porta-voz do Comitê de Respostas Imediatas da empresa, afirmou que este valor é por vítima. Ou seja, famílias que perderam mais de um parente receberão proporcionalmente.

Segundo ele, o dinheiro deve estar disponível nos próximos três dias. As famílias que têm direito à doação devem ir a um dos postos de atendimento criados pela Vale, a Estação de Conhecimento e o Centro Comunitário de Feijão, a partir das 14h da quinta-feira (31). Além destes dois pontos, a mineradora diz que criou um canal de atendimento telefônico para tirar dúvidas das famílias de vítimas da tragédia.

Militares israelenses que ajudam nas buscas às vítimas da tragédia em Brumadinho — Foto: Raphael Singer

Militares israelenses que ajudam nas buscas às vítimas da tragédia em Brumadinho — Foto: Raphael Singer

Na noite de terça-feira, parentes e amigos fizeram homenagens às vítimas. Eles acenderam velas e rezaram em Brumadinho.

Durante o dia, o Corpo de Bombeiros concentrou as buscas na área onde eles acreditam estar o refeitório da Vale. Cerca de 100 militares trabalharam na área e encontraram dois corpos, além de botijões de gás usados no refeitório da mineradora. Na área em que um ônibus soterrado foi localizado, outros 30 militares trabalharam.

Cerca de 80 bombeiros devem reforçar equipes e 400 PMs que vieram reforçar a segurança na cidade já estão trabalhando desde a madrugada.

Oitenta bombeiros devem chegar a Brumadinho nesta quarta (30)

Oitenta bombeiros devem chegar a Brumadinho nesta quarta (30)

No quinto dia de buscas, nenhuma vítima foi encontrada com vida, afirmou o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara. Segundo ele, desde sábado (26) não são achados sobreviventes. “[Nos próximos dias] A possibilidade de encontrar pessoas com vida é muito pequena”, disse o porta-voz.

Caminho da lama: veja por onde passaram os rejeitos da barragem rompida em Brumadinho (MG)  — Foto: Betta Jaworski e Alexandre Mauro/G1
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s