Justiça quita dívida de homem que deixou emprego para cuidar de filho doente

Fonte: Yahoo

A Justiça do Paraná determinou o pagamento da dívida imobiliária de um pai que decidiu largar seu emprego para tentar salvar a vida de seu filho. Adolfo Celso Guidi recebeu o perdão da dívida em novembro, em Curitiba, após sua história emocionar a juíza da ação.

Engenheiro mecânico, Adolfo parou de quitar as prestações de R$ 500 de sua casa em 2001, quando seu filho Vitor foi diagnosticado com uma rara doença chamada Gangliosidose Gm1.

Sem cura, a doença ocorre devido à falta de uma enzima responsável pela reposição de células cerebrais. Após muito esforço, Adolfo conseguiu estabilizar o filho e, ao tentar retornar para o seu emprego antigo, não foi aceito. Desde então ele trabalha como mecânico na garagem da residência.

“Não me arrependo do que fiz. Conseguimos salvar o Vitor, que é o único no mundo a superar os 11 anos de vida com essa doença”, disse Adolfo.

Diante da história, a juíza da Vara do Sistema Financeiro de Habitação de Curitiba, Anne Karina Stipp Amador Costa enviou um ofício para a Vara Criminal de Curitiba, onde solicitou a possibilidade de utilizar recursos públicos para ajudar o engenheiro.

“É um caso excepcional. Sentimos que ele não teria outra alternativa para quitar a dívida. Ele abriu mão da carreira profissional para cuidar do filho”, afirmou Anne Karina. O órgão aprovou e a dívida de quase R$ 49 mil foi paga. “Como ele também trabalha com a oficina mecânica, se perdesse o imóvel, além da moradia, perderia também sua fonte de renda”, completou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s