Fonte: G1

Drones vão entregar produtos em ilha de difícil acesso no Canadá

Moradores de uma remota ilha de Moeose Factory, no norte de Ontário, começarão a receber mercadorias por drone em 2019

A ilha de Moeose Factory, no norte do Canadá, vai receber um serviço de entregas com drones a partir de 2019. Um acordo entre a empresa Drone Delivery Canada e a comunidade de Moeose Cree First Nation vai permitir que remota da ilha receba suprimentos, medicamentos, alimentos e correspondência da cidade vizinha de Moosonee.

As entidades assinaram um contrato comercial de 2,5 milhões de dólares canadenses (cerca de R$ 7,2 milhões, na cotação atual). Depois de dois anos de testes, incluindo o período de planejamento, as autoridades locais liberaram o serviço para a ilha canadense. A expectativa é que, futuramente, a novidade seja expandida para outros lugares de difícil acesso.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Drones vão fazer entregas em ilha remota do Canadá  — Foto: Divulgação/Drone Delivery Canada

Drones vão fazer entregas em ilha remota do Canadá — Foto: Divulgação/Drone Delivery Canada

 

Os drones terão uma carga máxima de 5 kg para viagens de, aproximadamente, dez minutos por cima do rio Moose. No local, não há uma ponte para ligar a ilha até a cidade mais próxima e o acesso é bastante complicado durante o ano. Durante o verão, o acesso é feito por barco, no inverno, por meio de uma estrada de gelo e, em outras épocas do ano, por helicóptero.

A comunidade de Moose Cree First Nation, localizada próxima a James Bay, a cerca de 800 km ao norte de Toronto, é majoritariamente indígena e conta com uma população de 1.500 habitantes. Essa será a primeira cidade no Canadá a utilizar o serviço para entregar remédios, alimentos e correspondência utilizando drones. Foram construídos depósitos para receber os quadricópteros na ilha de Moose Factory, cerca de 2,4 km de distância do local de onde partirão.

Os drones poderão entregar remédios, alimentos e correspondência — Foto: Divulgação/Drone Delivery Canada

Os drones poderão entregar remédios, alimentos e correspondência — Foto: Divulgação/Drone Delivery Canada

 

Os esforços de entrega por drones estão evoluindo e diversas empresas trabalham na implementação de plataformas completas, que incluem não apenas máquinas voadoras, mas também sistemas de controle de tráfego aéreo para garantir a segurança no céu. A Wing, do grupo Alphabet, corporação que abriga o Google, promete usar drones para testar seus serviços de entrega na Finlândia em 2019. A Uber também anunciou que pretende fazer entregas de comida com drones na cidade de San Diego, nos Estados Unidos, por meio do aplicativo UberEATS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s