Brasileiro é preso suspeito de integrar máfia italiana Cosa Nostra

Fonte: Jovem Pan

EFE/Antonio LacerdaEle não teve a identidade revelada, mas sabe-se que ele foi criado na Itália e é suspeito de ser um ex-integrante da Cosa Nostra, máfia siciliana

A polícia da Itália prendeu o chefe da máfia siciliana Cosa Nostra e 45 mafiosos em ação contra o crime organizado nesta terça-feira (04).

Aos 80 anos, Settimino Mineo trabalhava como joalheiro e era o herdeiro de Salvatore Toto Riina, que morreu na prisão no ano passado depois de quase 25 anos atrás das grades.

O vice-primeiro-ministro italiano, Luigi Di Maio, escreveu que as prisões representam uma das maiores vitórias contra a máfia e que não há mais espaço para esse tipo de escória na Itália.

Os detidos são acusados de associação criminosa, extorsão e até incêndios.

No meio da operação, um brasileiro acabou preso, só que não na Sicília, mas em Salvador, durante uma operação da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas. Ele não teve a identidade revelada, mas sabe-se que ele foi criado na Itália e é suspeito de ser um ex-integrante da Cosa Nostra, máfia siciliana.

O brasileiro era responsável por receber e testar as amostras dos entorpecentes que seriam enviados a Europa para certificar o grau de pureza. De acordo com a PF, ele construiu um patrimônio superior a R$ 5 milhões.

*Informações do repórter Victor Moraes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s