Google pede devolução de doação feita a senadora após declarações racistas

Fonte: Yahoo

Não que ela queira que vocês saibam, mas a Google está rescindindo uma doação de US$ 5 mil feita à campanha da então candidata ao Senado norte-americano pelo estado do Mississípi, Cyndi Hyde-Smith, por declarações racistas que ela proferiu recentemente durante um evento. Hyde-Smith acabou sendo eleita pelo Partido Republicano.

Durante um comício a céu aberto, a senadora disse que “se um certo apoiador a convidasse para um enforcamento público, ela estaria na primeira fileira”. A afirmação foi capturada em um clipe de mais ou menos 12 segundos e pode ser vista abaixo. De acordo com um e-mail obtido pelo site Popular Information, a Google está pedindo de volta a doação em virtude do que foi dito pela senadora.

Segundo o site, a Google quer manter o assunto fora dos holofotes da mídia para não se complicar ainda mais em seus próprios problemas relacionados à falta de diversidade e tomadas pobres de decisões relacionadas à ética e cidadania. Desde o início do segundo semestre, a empresa vem enfrentando protestos de seus próprios funcionários, que vêm relatando casos de assédio moral e sexual, e é acusada de ampliar a falta de diversidade entre seus funcionários. O e-mail em questão aparentemente foi enviado por alguém em posição de liderança no Google NetPAC, o braço da empresa voltado ao lobby político e relacionamento com o governo.

Contudo, após o vazamento do e-mail em questão, como dizem, “o coelho saiu da cartola”: um porta-voz da Google confirmou o pedido da devolução.

A senadora estadunidense do Mississípi pelo Partido Republicano, Cindy Hyde-Smith, fez afirmações racistas em evento recente, fazendo com qu a Google pedisse a devolução de uma doação de campanha durante a sua candidatura (Foto: Rogelio V. Solis/Associated Press)

O estado do Mississípi tem uma ampla e desfavorável história no que tange ao racismo: trata-se da unidade federativa estadunidense com o maior histórico de linchamentos de cidadãos afroamericanos no país. A senadora Hyde-Smith, mais além, já postou fotos no Facebook segurando a bandeira confederada (para muitos, um símbolo do período escravagista dos EUA), portando armas de fogo com legendas como “a história do Mississípi em seu melhor momento” e também já fez piada sobre “dificultar o voto para liberais”. Hyde-Smith tornou-se conhecida também por sua educação em escolas exclusivamente brancas.

Não é a primeira vez que Hyde-Smith enfrenta problemas por suas afirmações. Por essa mesma piada, a Major League Baseball, entidade que controla os eventos de beisebol por todo o território estadunidense, também pediu a devolução de sua própria doação, de valores similares. Ao contrário da Google, porém, a MLB tornou o pedido público. “A contribuição foi feita devido a um evento no qual lobistas da MLB foram requisitados a comparecer”, um porta-voz da liga disse ao USA Today. “A MLB já pediu a devolução da doação”.

Fonte: Canaltech

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s