Governo de transição deve fazer reunião nesta quarta com Bolsonaro

Fonte: G1


Presidente eleito cumpre agenda de reuniões em sua primeira viagem a Brasília após vencer a eleição. Paulo Guedes, Onyx e Moro também vão participar das atividades de transição nesta quarta.

A equipe do governo de transição deve se reunir na tarde desta quarta-feira (7) com o presidente eleito, Jair Bolsonaro.

O governo de transição funciona no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, desde a segunda-feira (5).

Antes do encontro com Bolsonaro, a equipe terá outras reuniões. Chegaram ao CCBB, na manhã desta quarta, os futuros ministros Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Sérgio Moro (Justiça). Eles não falaram com a imprensa na entrada do CCBB.

O presidente eleito chegou a Brasíllia na terça (6) para a primeira viagem à capital após a vitória nas urnas. Na cidade, ele cumpre uma agenda de encontros com representantes dos 3 poderes da República.

Ainda na terça ele participou de uma sessão no Congresso em homenagem aos 30 anos da Constituição. Depois se encontrou com o ministro da Defesa, general Silva e Luna, e representantes das Forças Armadas. Nesta quarta, pela manhã, ele foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) e, à tarde, deverá se encontrar com o presidente Michel Temer.

Bolsonaro deve conhecer nesta quarta (7) a estrutura de trabalho da equipe de transição

Até o momento, foram anunciados oficialmente 27 nomes para a equipe de transição– que pode ter até 50 pessoas nomeadas em cargos mais aquelas que integrarão o grupo, mas não terão cargo nem remuneração.

Os trabalhos da equipe de transição se darão em torno de 10 grupos técnicos, que foram criados para discutir as medidas a serem tomadas no início da gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Os grupos temáticos são:

  1. Desenvolvimento regional
  2. Ciência, tecnologia, inovação e comunicação
  3. Modernização do Estado
  4. Economia e comércio exterior
  5. Educação, cultura e esportes
  6. Justiça, segurança e combate a corrupção
  7. Defesa
  8. Infraestrutura
  9. Produção sustentável, agricultura e meio-ambiente
  10. Saúde e assistência social.

Entre os nomes que trabalharão na equipe de transição, coordenada por Onyx, estão o de Paulo Guedes; do astronauta Marcos Pontes, futuro ministro da Ciência e Tecnologia; do general da reserva Augusto Heleno, futuro ministro da Defesa; e de Gustavo Bebianno, ex-presidente do PSL, advogado e um dos nomes mais próximos a Bolsonaro.

Veja os 27 nomes publicados no “Diário Oficial” para fazer parte do governo de transição:

  • Marcos Aurélio Carvalho;
  • Paulo Roberto;
  • Marcos César Pontes;
  • Luciano Irineu De Castro Filho;
  • Paulo Antônio Spencer Uebel;
  • Augusto Heleno Ribeiro Pereira;
  • Gustavo Bebianno Rocha;
  • Arthur Bragança De Vasconcellos Weintraub;
  • Gulliem Charles Bezerra Lemos;
  • Eduardo Chaves Vieira;
  • Roberto Da Cunha Castello Branco;
  • Luiz Tadeu Vilela Blumm;
  • Carlos Von Doellinger;
  • Bruno Eustáquio Ferreira Castro De Carvalho;
  • Sérgio Augusto De Queiroz;
  • Antônio Flávio Testa;
  • Carlos Alexandre Jorge Da Costa;
  • Paulo Roberto Nunes Guedes;
  • Waldemar Gonçalves Ortunho Junior;
  • Abraham Bragança De Vasconcellos Weintraub;
  • Jonathas Assunção Salvador Nery De Castro;
  • Ismael Nobre;
  • Alexandre Xavier Ywata De Carvalho;
  • Pablo Antônio Fernando Tatim Dos Santos;
  • Waldery Rodrigues Junior;
  • Adolfo Sachsida;
  • Marcos Cintra Cavalcanti De Albuquerque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s