Marcelo D2 é acusado de racismo ao questionar deputado Hélio Bolsonaro

Marcelo D2 virou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta quarta-feira (31) após se referir a Hélio Bolsonaro (PSL), deputado eleito no Rio de Janeiro, como o “negão do Bolsonaro”. No início da manhã, o rapper publicou um comentário criticando a relação entre o subtenente do Exército conhecido como Hélio Negão e o presidente eleito.

“Estou querendo tocar nesse assunto super delicado há alguns dias. E o negão do Bolsonaro, hein? Talvez essa seja a nova nomenclatura pro escravo da casa grande. Bater palma pro patrão, no caso aqui lamber o coturno do capetão. ‘Eu não sou racista, tenho ATÉ um amigo preto”, escreveu Marcelo D2.

Amigo de longa de Jair Bolsonaro, Hélio Negão passou a usar o sobrenome do presidente eleito durante a campanha eleitoral deste ano. O subtenente foi o deputado mais votado no Rio de Janeiro, com mais de 340 mil votos. Ele apareceu ao lado do candidato eleito em diversas em transmissões ao vivo realizadas durante a campanha presidencial e também no discurso da vitória — também transmitido pelas redes sociais.

No Twitter, Marcelo D2 também afirmou que “Hélio foi o escolhido para blindar o ‘Bunda Suja’ de ser chamado de racista”. Em publicações anteriores, o rapper carioca citou uma declaração de Bolsonaro que dizia que negros quilombolas de uma comunidade que visitou “não servem nem para procriar”. O deputado federal foi denunciado pela Procuradoria Geral da República por causa dessa declaração, mas o STF rejeitou a denúncia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s