PF deflagra segunda fase da Operação Abismo

Fonte: NE10

Estão sendo empregados mais de 80 policiais federais dentro desta segunda fase da operação / Foto: Léo Motta/JC Imagem
Estão sendo empregados mais de 80 policiais federais dentro desta segunda fase da operação
Foto: Léo Motta/JC Imagem

Nesta segunda fase, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão para recolhimento de provas e um de prisão preventiva a um empresário de Goiás

Estão sendo empregados mais de 80 policiais federais dentro desta segunda fase da operação

A Polícia Federal desencadeou a segunda fase da ‘Operação Abismo’ na manhã desta quarta-feira (31), com o objetivo de colher provas dos crimes investigados relacionados as fraudes no Instituto de Previdências dos Servidores no município do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Na ação, estão sendo cumpridos dez mandados de busca e apreensão, sendo nove em Pernambuco e um em Goiás.

Além disso, um mandado de prisão preventiva contra um empresário em Goiás também está sendo cumprido. Durante a operação, serão recolhidos documentos, veículos, mídias de computador, dinheiro e todo o material que visa subsidiar as investigações em andamento.

A segunda fase da ‘Abismo’ está ocorrendo nas localidades do Cabo de Santo Agostinho, no Distrito Industrial de Suape, Porto de Galinhas, Reserva do Paiva, Boa Viagem e Jaboatão dos Guararapes, todos no Grande Recife.

No total, estão sendo empregados mais de 80 policiais federais dentro desta segunda fase da operação.

A operação

A Polícia Federal desencadeou a primeira fase da ‘Abismo’ na manhã do último dia 19 deste mês, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes no Instituto de Previdência dos Servidores nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, Salgueiro e Vitória.

De acordo com as informações, as investigações da Operação Abismo, que ainda estão sob sigilo, foram iniciadas no mês de março deste ano após a descoberta da transferência de R$ 90 milhões do Instituto para fundos de investimento sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura. Essa transferência colocou em risco o pagamento da aposentadoria dos servidores.

O número de presos chegou a 23 dentro da ‘Abismo’. Entre eles, o prefeito o prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, foi dos alvos da ação contra fraudes no instituto previdenciário preso também no último dia 19.

Estados

A Operação também está foi realizada nos estados de São Paulo, com 16 mandados, Rio de Janeiro, 17 mandados, Santa Catarina, 3 mandados, Goiás, dois mandados, Distrito Federal e Paraíba, cada um com apenas um mandado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s