Paris manterá margem do rio Sena proibida para veículos

Decisão foi favorável aos pedestres e ciclistas
O fechamento da circulação de carros nas margens do Rio Sena tem como objetivo abaixar os níveis de contaminação por gases de efeito estufa e preservar o patrimônio parisiense (Foto: Ansa)O fechamento da circulação de carros nas margens do Rio Sena tem como objetivo abaixar os níveis de contaminação por gases de efeito estufa e preservar o patrimônio parisiense (Foto: Ansa)

Depois de diversos embates judiciais, o Tribunal Administrativo de Paris estabeleceu nesta quinta-feira (25/10) que as margens do Rio Sena permanecerão fechadas para o trânsito de veículos de forma definitiva.

A prefeitura da “cidade luz” aprovara em setembro de 2016 uma norma que dava exclusividade aos pedestres e ciclistas nas chamadas “Berges de Seine”, trecho de 3,3 km na margem direita do rio Sena, listadas como Patrimônio Mundial da Unesco.

O tribunal havia barrado o decreto emitido pelo município em outubro de 2016, mas ele voltou a ser discutido em diferentes instâncias, e, na última semana, foi rechaçado novamente, já que o muncípio trazia como argumentos somente questões ambientais. A ordem, agora, refere-se também à proteção do patrimônio da cidade, e se faz definitiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s