Polícia oferece recompensa para prender suspeitos de liderar quadrilha no Grande Recife

Fonte:G1

Operação Mar Negro teve 12 mandados de prisão emitidos – nove foram cumpridos e houve uma prisão em flagrante. Dos três foragidos, dois são apontados como líderes da quadrilha.
Homens são procurados pela Polícia Civil de Pernambuco suspeitos de envolvimento em diversos crimes — Foto: Reprodução/Polícia Civil

Homens são procurados pela Polícia Civil de Pernambuco suspeitos de envolvimento em diversos crimes — Foto: Reprodução/Polícia Civil

 

A Polícia Civil desencadeou, nesta terça-feira (16), uma operação para prender suspeitos de integrar quadrilhas envolvidas em homicídios, tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo em Ipojuca, no Grande Recife. Segundo a polícia, entre as áreas de atuação do grupo estava a praia de Porto de Galinhas.

Dos 12 mandados de prisão emitidos, nove foram cumpridos e uma prisão foi feita em flagrante. Há, ainda, três foragidos, sendo dois deles os chefes da quadrilha. Para encontrar a dupla, a polícia oferece uma recompensa de R$ 1 mil para cada um dos dois foragidos.

Os mandados foram expedidos pelo juíza da Vara Criminal de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife. Denominada “Mar Negro”, a operação é fruto de uma investigação iniciada em fevereiro deste ano pela Diretoria Integrada Metropolitana (DIM), sob a coordenação do delegado Ney Luiz.

“Ao longo desses meses, colhemos informações que dão base para uma futura ação penal. Essa organização criminosa atuava em Ipojuca há um certo tempo. Eles atuam bastante no tráfico de drogas, sobretudo na praia de Porto de Galinhas”, afirma o delegado.

Entre os alvos dos mandados de prisão cumpridos nesta terça (16), quatro já estavam em presídios. “Eles estavam presos por tráfico de drogas e os mandados eram referentes a homicídios. Mesmo dentro do presídio, eles conseguem se comunicar com os demais indivíduos”, comenta o responsável pelas investigações.

Entre os três foragidos estão Evanilson José da Silva, de 31 anos, e Tiago Mateus de Lima, de 19 anos. Os dois são apontados como os líderes da quadrilha. As denúncias sobre o paradeiro dos dois podem ser feitas através do Disque Denúncia, no telefone (81) 3421-9595, ou em contato direto com a Delegacia de Ipojuca, no (81) 3561-1931.

Delegado Ney Luiz, titular da delegacia de Ipojuca, delegado Ivaldo Pereira, Diretor Internada Metropolitano, e o delegado Diogo Faria, Seccional do Cabo — Foto: Thiago Augustto/TV Globo

Delegado Ney Luiz, titular da delegacia de Ipojuca, delegado Ivaldo Pereira, Diretor Internada Metropolitano, e o delegado Diogo Faria, Seccional do Cabo – Foto: Thiago Augustto/TV Globo

 

“O mais novo, quando menor de idade, tinha confessado a prática de seis homicídios. De lá pra cá, a gente associa a ele entre dez e 15 homicídios”, afirma Ney Luiz. Buscando acelerar o cumprimento dos mandados de prisão, a Polícia Civil oferece R$ 1 mil de recompensa para quem tiver informações sobre cada um dos homens.

Ao todo, participaram da ação 50 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, segundo a polícia. Durante a operação, também foram apreendidos um revólver calibre 38 e munições de vários calibres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s