Quem é quem na foto de Merkel ‘encarando’ Trump durante a cúpula do G7

Fonte: BBC


Líderes mundiais em clima de tensão com Donald Trump Direito de imagem JESCO DENZE
Image caption Líderes mundiais da Alemanha, Japão, Canadá, EUA, Itália, França e Reino Unido reunidos em momento registrado pelo fotógrafo oficial do gabinete alemão, Jesco Denze, que viralizou no fim de semana

Momentos difíceis eram esperados no encontro do G7, o grupo que reúne as sete maiores economias do mundo, e um post publicado no Instagram oficial da chanceler alemã Angela Merkel parece ter capturado um deles.

A imagem foi publicada no sábado com a legenda: “Segundo dia da cúpula do G7 no Canadá: reunião espontânea entre duas sessões de trabalho.”

Nela, Merkel e outros líderes do G7 são retratados em um aparente momento de tensão com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump – reflexo do mal-estar que ocorreu entre as partes após os EUA decidirem taxar importações procedentes desses países e de eles ameaçarem retaliar.

A foto foi tirada pelo fotógrafo oficial do gabinete alemão, Jesco Denze, e rapidamente motivou dezenas de memes em que virou alvo de comparações que envolviam desde a arte renascentista – por sua semelhança com uma pintura clássica – até cenas características de O Aprendiz, reality show já apresentado e co-produzido por Trump nos EUA.

A cúpula do G7 reuniu líderes mundiais de Alemanha, Japão, Canadá, EUA, Itália, França e Reino Unido e foi realizada em Charlevoix, Quebec, no Canadá. O foco neste ano foi o comércio.

Aqui, a BBC News mostra quem é quem entre os retratados na imagem que viralizou e o papel que exerceram nos fatos que ganharam destaque na cúpula.

Grey line

1. Donald Trump, presidente dos EUA

Trump chocou seus principais aliados – a União Europeia, o México e o Canadá – quando anunciou recentemente uma tarifa de 25% sobre importações de aço e de 10% sobre o alumínio desses países.

Todos eles ameaçam adotar medidas de retaliação em uma situação que acabou ofuscando a cúpula e deixando o presidente americano por vezes isolado. Trump deixou o encontro antes dos outros líderes e se queixou de que os Estados Unidos eram “como o cofrinho que todo mundo está roubando”.

Em seguida, ele usou o Twitter para atacar o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, a quem chamou de “muito desonesto e fraco” e acusou de fazer “declarações falsas” após o líder canadense reiterar sua forte oposição às tarifas dos EUA em uma coletiva de imprensa.

2. John Bolton, conselheiro de Segurança Nacional dos EUA

Faz apenas três meses que ele foi indicado como o principal conselheiro de segurança de Trump, mas já causou impacto. Um dos argumentos do presidente para as tarifas é de que elas se justificam por “motivos de segurança nacional” – uma visão que Bolton defende de maneira contundente.

3. Kazuyuki Yamazaki, vice-ministro das Relações Exteriores do Japão

Promovido para o cargo em julho de 2017, ele recentemente liderou uma delegação japonesa em viagem ao Paquistão e participou de conversações conjuntas entre o Japão, a China e a Coreia do Sul em Seul sobre uma proposta de acordo de livre-comércio.

Grey line
Grey line

4. Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão

Ele está sob crescente pressão para aderir às medidas de retaliação contra as tarifas americanas. Isso o coloca em uma posição difícil, uma vez que tem se esforçado para cultivar uma relação próxima com o presidente americano e os dois se encontraram pelo menos dez vezes desde que Trump foi eleito para a Casa Branca.

5. Yasutoshi Nishimura, vice-secretário do gabinete do governo japonês

O parlamentar do partido governista já trabalhou no Ministério do Comércio Exterior e da Indústria do Japão.

6. Angela Merkel, chanceler alemã

Ela ficou na linha de frente das negociações para tentar resolver as diferenças na cúpula, como está claro na foto.

Merkel aparentemente sugeriu, na sexta-feira, a criação de um mecanismo para resolver disputas comerciais entre os EUA e seus aliados. Questionada durante a cúpula sobre seu relacionamento com Trump, ela disse que os dois líderes nem sempre concordaram, mas que puderam dialogar: “Posso dizer que mantenho um relacionamento muito aberto e direto com o presidente americano.”

7. Emmanuel Macron, presidente da França

Ele se envolveu em uma briga com Trump no Twitter sobre as tarifas americanas, horas antes da cúpula – levando alguns a questionarem se a cordialidade que demonstraram durante visita do francês aos EUA, em abril, terminara. Os dois foram vistos com relações amistosas, e a equipe de Macron disse que suas conversas com Trump foram “francas e robustas”. No entanto, após a explosão online do americano contra Trudeau, o presidente francês divulgou uma declaração afirmando que “a cooperação internacional não pode ser ditada por ataques de raiva e comentários desnecessários”.

8. Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido

Em um telefonema na semana passada, ela disse a Trump que acha as tarifas dos EUA “injustificadas e profundamente decepcionantes”. Mas também adotou um tom mais conciliador na cúpula, incitando outros líderes a recuarem de uma possível guerra comercial.

9. Larry Kudlow, diretor do Conselho Econômico Nacional dos EUA

Principal assessor econômico de Trump, ele defendeu as novas tarifas e disse que seu chefe não deveria ser responsabilizado pelas tensões comerciais. Depois do encontro, Kudlow declarou à CNN que o presidente e sua equipe tinham ido à cúpula “de boa fé”, mas que Trudeau os havia “apunhalado pelas costas” em sua coletiva de imprensa.

Grey line

Macron, o presidente francês, tuitou uma imagem registrada quase ao mesmo tempo que a foto que viralizou, mas de um ângulo diferente, mostrando quão densamente os líderes do G7 e seus assistentes estavam reunidos em torno do presidente dos EUA.

líderes do G7 reunidosDireito de imagemFrench presidency

E outra foto, tirada pelo fotógrafo oficial de Trudeau, Adam Scotti, mostra uma cena ligeiramente mais feliz, com Merkel, Trump e Trudeau sorrindo.

líderes do G7 reunidos, em momento aparentemente mais descontraído, em que estão sorridentesDireito de imagemReuters

Quando a foto de Merkel viralizou, a postura e a linguagem corporal confiante da poderosa líder alemã foram destacadas por muitos no Twitter, que disseram lembrar uma professora repreendendo a um aluno levado, que nesse caso seria Trump. Outros foram além, como o internauta abaixo, que postou: “Dá uma olhada na linguagem corporal nesta foto. Trump está absolutamente encolhido diante de Merkel”:

Presentational white space

O correspondente nos EUA do site T-Online, da Alemanha, Fabian Reinbold, observou como diferentes versões do mesmo momento foram captadas por vários fotógrafos. “Uma cena, quatro diferentes perspectivas”, tuitou ele, destacando as imagens feitas pelas equipes de 1) Merkel, 2) de Macron, 3) do primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, e de Trump:

Presentational white space
Presentational white space

Houve quem levasse a cena para o campo das artes. “Essa foto é uma obra de arte. Título: Linguagem corporal”, postou o internauta abaixo:

Presentational white space
Presentational white space

Ainda na linha das artes, houve quem dissesse que “é uma pintura Renascentista”:

Presentational white space
Presentational white space

Em outra frente, houve quem comparasse a cena ao Aprendiz. O comediante político americano Tim Young, por exemplo, diz: “Isso parece um episódio do Aprendiz onde Trump está prestes a demitir Angela Merkel porque o plano de marketing dela para o strudel (doce típico alemão) falhou.”

Presentational white space
Presentational white space

Por fim, alguns deram uma idéia (bem humorada) do que realmente estava sendo dito, como o tuíte abaixo, que simula o seguinte diálogo:

MERKEL: Quando eu digo “as tarifas são ruins” e piso no seu pé, você sorri e acena com a cabeça.

TRUMP: Certo!

MERKEL: (Pisando no pé de Trump) As tarifas são um imposto sobre os consumidores e afetarão todas as economias.

TRUMP: (olha fixamente, depois vira e sussurra para Abe) Eu acho que ela está falando com você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s