Portugal vai perder 2,5 milhões de pessoas em idade de trabalhar em 2070

| País

Portugal vai perder 2,5 milhões de pessoas em idade de trabalhar em 2070
| Reuters

Um país a envelhecer, com menos população. O cenário é traçado no Relatório do Envelhecimento 2018 da Comissão Europeia. Portugal é um dos países que mais população perde até 2070 e aquele em que o índice de dependência de idosos será o mais elevado a nível europeu.

Portugal tem cerca de dez milhões de habitantes. Em 2070, seremos menos. Mais precisamente, 2,3 milhões menos em relação a 2016. Uma diminuição de 23%, uma das maiores a nível europeu.
Menos população, mas também menos pessoas em idade de trabalhar. Em 2070, seremos menos 2,5 milhões de pessoas entre os 15 e os 64 anos de idade. O decréscimo é de 37%. São 6,7 milhões de pessoas com potencial para trabalhar, serão 4,2 milhões dentro de cerca de meio século.
O potencial de crescimento da economia nacional em 2070 vai ser o mais baixo da Europa, com o maior decréscimo de horas trabalhadas e a mais elevadas destruição de emprego. O número de horas trabalhadas em Portugal vai ser 28% menor face ao atual. Eslováquia, República Checa, Estónia, Bulgária, Polónia, Roménia ou Lituânia estão entre os países com idêntico decréscimo, acima dos 20%.
Uma evolução que, de acordo com as contas trianuais da Comissão Europeia, perspetivam Portugal como o país da Europa com o mais alto índice de dependência de idosos em relação à população ativa. Serão 67,2%, contra os atuais 32,1%.
A perspetiva é que as pensões vão diminuir em países como Portugal, Polónia, Itália, Grécia e Espanha.
A tendência é europeia. A população ativa deverá decrescer significativamente a nível europeu , de 33 milhões em 2016 para 292 milhões em 2070. O rácio de dependência dos idosos com mais de 65 anos vai aumentar 21 pontos percentuais, dos atuais 29, 6 em 2016 para 51,2% em 2070. Isto implica que a União vai passar de 3.3 pessoas em idade ativa por cada pessoa com mais de 65 anos para apenas 2 trabalhadores.
A Comissão Europeia assume que o esforço fiscal do envelhecimento será um desafio para os países europeus. Portugal está entre os dez países em que os custos com o envelhecimento vão aumentar até 3% do PIB.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s